Cada pessoa é única. Sendo assim, percebemos e processamos as coisas de maneiras diferentes, e usamos o tempo de formas diversas. Portanto, não há um estilo de administração ou gerenciamento que sirva de modelo para todos.

Para que você possa começar a organizar melhor seu tempo, é necessário identificar a forma como tem agido até agora. Quais são as escolhas que você está fazendo, consciente ou inconscientemente?

Qual é o seu estilo organizacional? De qual maneira você emprega seu tempo?

  • Você utiliza uma agenda diariamente?
  • Você tira cópia de cada documento que assina?
  • Você tem o costume de confirmar antecipadamente seus compromissos?
  • Você tenta retornar as ligações dentro de 24 horas?
  • Você costuma manter papel e caneta perto do telefone?
  • Caso você venha a se ausentar, existe alguém que poderá assumir temporariamente suas responsabilidades?
  • Você mantém um arquivo para seus documentos particulares?
  • Você tem o hábito de ler enquanto aguarda atendimento em um consultório?

Quanto mais respostas positivas você der para estas questões, melhor.

tempo

  • Você esqueceu a data de vencimento de alguma fatura nos últimos três meses?
  • Você tem o hábito de levar trabalho para casa mais de uma vez por semana?
  • Você fica trabalhando além do horário mais de duas vezes por semana?
  • Você evitar atender telefonemas quando não gosta do interlocutor ?
  • Você acumula pedaços de papel com anotações em seus bolsos ou mesa de trabalho?

As respostas positivas identificam os fatores que contribuem para a sua perda de tempo.

A pessoa precisa fazer uma avaliação de seu comportamento com honestidade e identificar as áreas de sua vida que mais necessitam de ajuda.

Confira abaixo três pontos que podem lhe servir de guia:

  • Examinar a maneira como você se sente a respeito do tempo – verifique se ele é suficiente para você, se é um recurso que ajuda você a atingir os seus objetivos, ou se é um fator de pressão e inimigo.
  • Verifique o modo como você gasta seu tempo – relacione as suas atividades e o tempo que gasta com cada uma delas. Com isso, avalie as tarefas que ocupam o maior tempo de seu dia, os compromissos que exigem mais tempo e o que poderia ser resolvido mais rapidamente;
  • Avalie seu controle – relacione as suas atividades em um papel e atribua o valor de 1 (você não tem nenhum controle) até 5 (você dispõe de controle total). Então, concentre-se nas atividades marcadas com 4 (sobre as quais você tem um domínio quase completo) e tente aumentar esse poder ao máximo. Depois de obter sucesso, passe para as atividades que você classificou em como 3.

Sua empresa não possui um site institucional? Clique aqui e saiba mais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário